Blog Wis

Reflexões para a sua evolução profissional

5 erros no gerenciamento de equipes

5 erros no gerenciamento de equipes

16

Jul

Mercado

Nenhuma organização sobrevive sem colaboradores capacitados, mais do que isso, fazer um bom gerenciamento de equipes é vital para a saúde financeira de qualquer empreendimento.

O gerenciamento está relacionado à organização e sistematização dos processos produtivos, à comunicação entre os funcionários, e à relação entre empresa e clientes.

Cuidar desse aspecto pode ser um desafio bastante complicado. No entanto, este texto vai clarear suas percepções sobre o assunto.

Portanto, continue a leitura e conheça a definição de gerenciamento de equipes e a importância dela para as empresas.

Sendo assim, você também lerá sobre os erros mais comuns cometidos por gestores e os acertos que garantem um bom gerenciamento.

Gerenciamento de equipes: conceito e importância

A gestão de equipes serve para controlar o desempenho dos profissionais envolvidos de modo que eles se mantenham motivados e produtivos.

Esse controle deve ser feito a partir de práticas rotineiras mediadas pelo gestor.

A ideia é definir o tipo de conduta que se espera de todos. Isso vale, inclusive, para a mão de obra terceirizada. Empresas de automação pneumática industrial e eventos, por exemplo, utilizam-se muito de profissionais de fora. 

Para isso, é interessante se apoiar em certos esteios corporativos, tais como:

  • Cultura organizacional;
  • Visão;
  • Missão;
  • Valores.

A prática desse gerenciamento é importante para que as equipes de todos os setores fiquem alinhadas. 

Isso significa treinar todos os funcionários acerca dos objetivos e das metas da empresa para que todos eles trabalhem juntos.

A gestão também permite que os gestores acompanhem o desempenho de cada colaborador de acordo com indicadores como produtividade, taxa de conversão e outros.

Os funcionários que mantêm alta produtividade são aqueles que se sentem motivados no ambiente de trabalho. O gerenciamento de equipes é benéfico para isso.

Por fim, um gerenciamento bem feito auxilia na construção de um clima organizacional próspero e sintonizado, o que é essencial para entregar um bom trabalho no coworking João Pessoa.

5 erros comuns no gerenciamento de equipes

Devido à importância e à complexidade dessa tarefa, existe uma série de erros de gerenciamento de equipes que já foram analisados ostensivamente.

Isto posto, acompanhe os tópicos abaixo e conheça 5 erros comuns no gerenciamento de equipes.

1- Não incentivar a visão coletiva

Se uma empresa de placas solares se baseia no desempenho dos funcionários fabricantes de placas solares, eles têm que fazer parte integrante da visão da fábrica.

Concentrar toda a ambição e a tomada de decisões é um erro que gestores insistem em cometer.

Além de prejudicar a autonomia dos profissionais envolvidos, essa atitude aliena quem se esforça diariamente para promover o crescimento da empresa.

O papel de um bom líder é valorizar o trabalho de todos e, acima de tudo, ouvi-los na hora de decidir os rumos da empresa.

A construção dessa visão coletiva incentiva as equipes a se esforçarem ainda mais para alcançar objetivos que serão benéficos para todos.

2- Falta de definição de padrões

Para garantir que a equipe tenha uma atuação acima da média, é dever do gestor definir quais são os padrões de desempenho e comportamento esperados.

Quando se identifica comportamentos desviantes, é preciso conversar individualmente com o profissional e explicar com precisão o que a empresa espera dele.

Evite situações assim dando feedbacks frequentes para os colaboradores.

Proporcionar treinamentos periódicos com relação ao uso de ferramentas tecnológicas e atendimento ao cliente também é muito indicado.

3- Não dar feedbacks

O feedback é o retorno, geralmente verbal, que o gestor dá para o funcionário, pode ser um elogio e/ou uma crítica.

O objetivo dessa prática é demonstrar que os responsáveis pela empresa prezam pela competência e sabem reconhecer um trabalho bem feito.

Imagine, por exemplo, o que seria de uma empresa, como aquelas que são responsáveis por fazer projeto elétrico completo, sem o feedback dos clientes. 

Por se tratar de uma área importante, e que requer a confiança dos clientes, se a empresa não estiver atenta aos seus feedbacks é possível que um simples problema durante um serviço coloque a prova a sua reputação.

Dentro do ambiente corporativo acontece da mesma forma. Quando não há feedbacks sinceros, dificilmente os profissionais se esforçam para atender às expectativas previstas.

A cultura do feedback é muito importante para que se crie uma relação de respeito mútuo entre cada pessoa envolvida nos processos corporativos.

Mesmo quando o retorno resulta em uma conversa desagradável, ele deixa uma semente que vai florescer no futuro.

4- Não propor desafios

Um dos objetivos das empresas de mentoria para líderes é treinar executivos para que eles superem obstáculos e se desafiem a sempre melhorar como profissionais.

Essa dinâmica precisa ser incentivada no ambiente de trabalho. Quem é constantemente desafiado renova os objetivos e ganha entusiasmo.

As pessoas não podem se prender à zona de conforto, por isso, o gestor deve sempre propor novos desafios.

Eles podem vir na forma de novas metas e novos produtos, por exemplo. 

5- Não focar no relacionamento interpessoal

O sucesso de um escritório despachante Florianópolis é em grande parte determinado pelo bom relacionamento entre os colegas de trabalho.

Essa é uma verdade válida para todos os empreendimentos que se baseiam no trabalho coletivo.

O gestor que não se preocupa com isso não vai ter bons desempenhos, independentemente das metas estabelecidas.

Incentive as equipes a terem uma boa convivência, esse é um grande diferencial produtivo.

Dicas para um bom gerenciamento de equipe

Invista na sua capacitação

Quem se propõe a liderar um grupo de pessoas precisa dominar a área de atuação da empresa.

O mercado é volátil, as tendências de 2015 não são as mesmas de 2021. É obrigação de um bom líder se atualizar continuamente para manter seu negócio em voga.

A capacitação vai além de conhecimentos técnicos. O líder tem que ser acessível a novos pontos de vista e a críticas. 

Apesar de se posicionar acima dos funcionários hierarquicamente, ele deve conhecer as necessidades e ideias do time.

Essa acessibilidade é vital inclusive para o intercâmbio de conhecimentos. Uma equipe guiada por um gestor competente conta com as ideias dele para progredir.

Além disso, o líder deve ser capaz de passar por turbulências sem perder o equilíbrio. As crises financeiras vêm e vão, o que fica é o trabalho duro e os resultados.

Desenvolva o processo seletivo

Muitos dos problemas de desempenho nas empresas poderiam ser resolvidos se empresas desenvolvessem processos seletivos mais consistentes.

Os processos de seleção e contratação são elementos definidores do futuro empresarial. Portanto, busque sempre os profissionais que mais se encaixam no perfil desejado.

A definição desse perfil deve se basear nos valores, nos objetivos e na missão da empresa.

Analise os currículos e faça as entrevistas tendo esses aspectos como alicerce. Isso evita que novos contratados tenham um desempenho decepcionante. 

Faça endomarketing

O marketing não serve apenas para o ambiente externo à empresa. Ele também pode ser aplicado ao dia a dia dos funcionários como forma de aumentar o engajamento deles.

Isso se dá por meio de ações promovidas pelo departamento de marketing e de relações humanas.

O endomarketing é interessante para melhorar o clima organizacional, manter os colaboradores informados quanto a diversos aspectos da empresa, desde datas e eventos especiais até notícias corriqueiras, como o aluguel de scanner de mesa para um setor, e criar um sentimento de coletividade.

Essas práticas são importantes para garantir que os envolvidos tenham uma visão positiva do seu local de trabalho, atuação e da marca em si.

Use softwares de gestão

Dependendo do porte da empresa, fazer o gerenciamento de muitas equipes é uma tarefa difícil.

Para otimizar esses processos existem os softwares de gestão, ferramentas virtuais próprias para organizar as atividades diárias e até mesmo o serviço de atendimento ao consumidor.

Contar com esse auxílio é interessante para economizar tempo e dinheiro.

Suponha que uma empresa de artigos industriais esteja sendo obrigada a aumentar o preço de um modelo de exaustor insuflador industrial por conta de falhas na produção.

Com um bom software de gestão, essas falhas podem ser previstas e solucionadas com agilidade e rigor.

Zele pelo ambiente de trabalho

Pode parecer óbvio, mas é importante destacar o quão fundamental é manter o ambiente de trabalho limpo.

As dependências da fábrica ou os escritórios são locais que serão frequentados por várias horas semanalmente.

Sem um sistema de limpeza constante e eficaz, os ambientes ficarão sujos e o desempenho da equipe certamente declinará.

Não hesite em exigir que cada funcionário mantenha hábitos de higiene básica, como jogar lixo no lugar correto.

Essa dica se relaciona intimamente com a definição de padrões de comportamento citada acima.

O gestor tem que deixar explícita a importância da limpeza para o bem-estar dos profissionais envolvidos e o sucesso da empresa no geral.

Considerações finais

Um bom gerenciamento de equipes é determinante para a produtividade e a longevidade de uma empresa.

Por estar relacionado a relações humanas, esse pode ser um âmbito complexo.

No entanto, tenha em mente que a intercomunicação é uma das matérias-primas para o sucesso pessoal e profissional.

Portanto, seu empreendimento tem muito a ganhar com as dicas listadas neste texto.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Banner Próximos Cursos

Nosso compromisso é manter você atualizado!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.